Conjunto de habilidades comportamentais e emocionais, soft skills são cada vez mais valorizadas pelas organizações

Com o mercado de trabalho seguindo a tendência de se tornar mais competitivo e exigente, além da busca por inovação e acompanhamento das mudanças tecnológicas, observa-se também um olhar mais cuidadoso em relação ao fator humano, com habilidades definidas como soft skills.

“Trata-se da personalidade e da forma pela qual os profissionais agem ou reagem frente aos acontecimentos no ambiente profissional. As soft skills envolvem aptidões mentais, emocionais e sociais”, afirma Elen Souza, assessora de carreira da Catho.

Segundo a especialista, o profissional buscado pelas empresas hoje é aquele que apresenta o maior leque, tanto de soft quanto de hard skills, que são as competências tradicionais.

Conheça as principais soft skills

1. Boa comunicação;

2. Capacidade de identificar o que precisa ser mudado a fim de solucionar qualquer imprevisto;

3. Flexibilidade para lidar com mudanças;

4. Resolução de problemas complexos: habilidade de fazer as perguntas certas e olhar para uma questão sob diferentes perspectivas;

5. Gestão de pessoas e coordenação: coordenar as próprias ações de acordo com as ações de outras pessoas;

6. Inteligência emocional: conhecer as emoções para passar por crises com mais serenidade e assertividade;

7. Capacidade de julgamento e de tomada de decisões;

8. Flexibilidade cognitiva: competência para desacoplar de uma tarefa precedente e responder de maneira eficaz ao novo.

Como cultivar

Existem algumas ações que podem contribuir para o desenvolvimento das soft skills, segundo Elen. “Uma delas é o autoconhecimento: conhecendo seu próprio temperamento é possível lidar com o estresse de forma sadia. Inspire os outros por meio das suas atitudes”, afirma.

Outra forma é a observação do comportamento de colegas que possuam habilidades que lhe interessam. Também vale um bate-papo para entender as estratégias adotadas e pedir algumas dicas.

A gestão do tempo também é importante, pois organizar e priorizar as atividades propicia maior controle do tempo que cada tarefa requer. “Esta atitude ainda auxilia na diminuição da ansiedade”, conclui a especialista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s