O termo work-life balance cada vez mais tem feito parte do vocabulário dos profissionais brasileiros. Esse é um termo com origem na década de 70 nos Estados Unidos. Com o boom digital que vivemos atualmente, passou a ganhar mais sentido na vida das pessoas e se espalhar mundo afora.

Hoje, em essência, é uma forma sintética de mencionar a busca do equilíbrio entre a vida pessoal e a profissional em um mundo hiper conectado no qual as pessoas já não conseguem mais definir com exatidão dos momentos de trabalho das situações pessoais.

“Cada país, a seu modo e fazendo uso de sua cultura, está em busca da valorização desse equilíbrio. Isso reflete diretamente na qualidade de vida da população e nos índices de saúde, economia e bem estar, fundamentais para garantir o seu desenvolvimento como nação. Está tudo conectado”, diz Anna Terra, especialista em Desenvolvimento Humano e Comunicação Estratégica.  

Autoconsciência, auto responsabilidade, relacionamento, inteligência emocional, comunicação… Como tudo isso influi na busca pelo equilíbrio?

A busca do equilíbrio começa com o autoconhecimento. Antes de tudo, é necessário que cada pessoa pratique um olhar interno mais profundo sobre si mesma, capaz de sentir e se reconhecer, para aí sim realizar ações em nosso benefício e no dos outros. A partir daí, nos deparamos com questões relacionadas à autoconsciência, à auto responsabilidade, e à inteligência emocional.

 Ao passo que o individuo vai se conhecendo mais profundamente, passa a ser mais gentil consigo mesmo e com os outros. Essa nova perspectiva passa a se refletir diretamente nos relacionamentos por meio de uma comunicação mais assertiva e menos violenta, uma ferramenta extremamente poderosa para os relacionamentos.

“Parece paradoxal, mas quando aprendemos a melhorar nossas relações externas, nosso relacionamento conosco mesmos tende a seguir os mesmos moldes. Resumindo, quando a saúde das nossas relações vai bem, a nossa auto responsabilidade é aprimorada”, completa Anna.

Dicas práticas

1. Ter equilíbrio não é unir todos os nossos papéis sociais e forçá-los a funcionarem perfeitamente, em conjunto;

2. Equilíbrio não é sinônimo de ausência de problemas;

3. Ambientes diferentes requerem ações diferentes. Seja adaptável;

4.Se algo não vai  bem, não significa que todo o restante também esta ruim;

5. É importante aceitar resultados diferentes nas diversas esferas da vida;

6. É justamente dos espaços que precisam de melhoria  que a pessoa tira motivação para se desenvolver;

7. Está atolado de tarefas? Respire e permita-se olhar a situação por outro ângulo;

8. Estabeleça prioridades e quebre as grandes tarefas em trabalhos menores. Isso diminui o peso;

9. Dialogue com sua empresa e compartilhe suas ideias sobre o que seria um “great place to work”;

10. Não existe inovação, criatividade ou evolução sem o amor do indivíduo por si mesmo e pelo trabalho. Quando todos compreenderem isso, teremos uma nova revolução.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s