Busca por desenvolvimento deve estar alinhada à felicidade no trabalho

São inúmeras as responsabilidades dos gestores nas empresas. Em meio à intensa dedicação aos negócios e suas equipes, profissionais podem deixar em segundo plano um olhar mais atento para si mesmos. No entanto, quando o assunto é a carreira, não basta atender às expectativas do mercado e das corporações, é preciso investir em você!

De acordo com consultores em recursos humanos, é comum que os profissionais não diferenciem a própria trajetória e a da empresa ou, ainda, confundam as demandas do mercado de trabalho com as suas reais necessidades e anseios.

Revisitar plano de carreira é ponto chave

Na opinião da mentora de carreira Aline Sendo, especializada em Gestão Estratégica de Pessoas, Análise Comportamental DISC e Psicologia Positiva, é preciso não apenas ter um plano de carreira, mas reavaliações constantes, em especial quanto aos propósitos. “É indicado que se faça isso periodicamente”, diz ela, que sugere intervalos de, no máximo, seis meses.

Para identificar se você está trilhando um caminho coerente com o planejamento, o mentor de carreira Hugo Liguori, sócio fundador da Sun Human Capital, indica que tópicos como sentimento de motivação, equilíbrio entre valores pessoais e os valores da empresa sejam avaliados, bem como se as oportunidades estão sendo aproveitadas para desenvolver novas competências técnicas e comportamentais.

Identificar o que te afasta da autorrealização é fundamental

De acordo com Aline e Liguori, é possível que, durante o processo de avaliação, sejam observados desvios da rota que se havia traçado. Este pode ser um sinal de que seu propósito não é mais o mesmo ou de que o foco se perdeu com impulsos momentâneos.

Antes mesmo da pandemia de Covid-19, pesquisas já apontavam níveis alarmantes de insatisfação no trabalho. Um levantamento realizado pelo Instituto Locomotiva, em conjunto com o Grupo Loyalty & Trade Management, mostrou que 56% dos brasileiros estão insatisfeitos com o seu trabalho e 64% gostariam de trabalhar em áreas diferentes da sua função atual.

Sob esta perspectiva, os consultores de carreira sugerem a auto-observação no cotidiano, apesar das rotinas aceleradas com os compromissos diários. Procure perceber as contribuições de suas escolhas na sua vida e na das outras pessoas e lembre-se de que quem é mais feliz também é mais produtivo. Afinal, o que é o sucesso se não a felicidade?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s